aceder ao conteúdo da página
duplicação cdcard,minicd, minidvd, cdrom, dvd

Está na página : Início | Artigos de Interesse | COMO COPIAR UM DVD?

COMO COPIAR UM DVD?

Um completo manual para realizar cópias de segurança dos teus DVD.

No presente artigo indicamos-te passo a passo como copiar um DVD.

ASPECTOS LEGAIS

Antes de mais deves saber que a Lei te permite realizar uma cópia de segurança de qualquer DVD para uso privado. Assim, em Espanha, o Artigo 31 da Lei de Propriedade Intelectual, diz o seguinte:

"As obras já divulgadas poderão reproduzir-se sem autorização do autor e sem prejuízo do disposto no artigo 34 desta Lei, no seguinte caso, entre outros :

"Para uso privado do copista, sem prejuízo do disposto nos artigos 25 e 99.a) desta mesma Lei, sempre que a referida cópia não seja objecto de utilização colectiva nem lucrativa"

QUE NECESSITAMOS

Necessitaremos de uma unidade de gravação convencional de DVD, de um DVD-r (que poderás adquirir na nossa loja online ) e de algum espaço livre no teu computador - entre 5 e 9 Gb, dependendo do DVD que pretendes copiar.

¿¿¿DVD5 ou DVD9???

O primeiro passo para copiar um DVD e determinar que tipo de DVD queremos duplicar. Existem diferentes tipos de DVD, DVD5 (capacidade: 4,7 Gb), DVD9 (capacidade: 8,5 Gb), DVD10 (capacidade: 9,4 Gb) e DVD18 (capacidade: 17 Gb). Os formatos mais comuns são o DVD5 e o DVD9. A diferença entre ambos reside em que no DVD5 o conteúdo é gravado numa única camada e num DVD9 o conteúdo é gravado em duas camadas de dados. Para saber se o DVD que queremos duplicar é um DVD5 ou um DVD9, devemos utilizar um programa que nos indique qual o número de capas do DVD. Neste link podes descarregar gratuitamente este programa.

Ao executar a aplicação vemos cómo se actualiza a informação do DVD que introduzimos no reprodutor de DVD. O primeiro passo é comprovar se se trata de um DVD5 ou de um DVD9. Devemos reparar (ver figura) no número de layers ou camadas que possui: se for de 1 camada trata-se de um DVD5 e de tiver duas, de um DVD9



COPIAR UM DVD5

O seguinte passo é desencriptar o DVD e copiá-lo para o nosso disco duro. Antes de mais, devemos assegurar-nos de que temos suficiente espaço no disco duro, aprox. 5 GB por DVD.

Para desencriptar o DVD utilizaremos o mesmo programa. Carregamos o DVD e executamos o programa DVDDecrypter.

O seguinte passo seria aceder ao menu MODE e seleccionar FILE F para mudar o modo de visualização.


Agora devemos aceder ao EDIT e seleccionar a opção SELECT ALL. A seguir devemos seleccionar a pasta de destino para os ficheiros desencriptados, fazendo clique sobre o ícone da pasta que aparece assinalada na figura.


Finalmente devemos premir o grande botão central para iniciar a extracção dos ficheiros. A duração deste processo é variável, em função do tamanho do DVD e da potência do computador. Em qualquer caso, pode rondar os 15 a 30 minutos para um filme com uma duração aproximada de duas horas.


Uma vez obtido o conteúdo desencriptado, resta-nos gravar o conteúdo da pasta que estabelecemos como destino, num DVD-R em formato ISO normal. Agora já tens uma cópia nova do teu filme.

COPIAR UM DVD9

Para introduzir um DVD9 (dupla camada) num DVD-R (uma camada) devemos reduzir o tamanho do material a gravar. Podemos eliminar os extras e seleccionar apenas um dos idiomas de áudio disponíveis no DVD. Também será necessário comprimir o seu conteúdo, para o reduzir a 4.4 Gigas, que é o espaço disponível num DVD-R virgem.

Para este processo utilizaremos a aplicação comercial DVD2one, de que podes descarregar uma versão de prova aqui . Este programa não é gratuito. A versão de demonstração que podes descarregar tem várias limitações.


Uma vez executada a aplicação passámos à seguinte janela, que nos permite manipular os parâmetros iniciais. Devemos seleccionar a origem dos materiais desencriptados (onde os depositou o DVDcrypt. Também devemos seleccionar uma pasta de destino para os materiais, depois destes terem sido processados.

NO seguinte parâmetro a configurar devemos seleccionar a opção DVD+- R , e definir o tamanho de 4472 MB. Desta forma obteremos um DVD-5. As opções User Defined 1 e 2 permitem armazenar e dispôr de dois tipos de configuração diferentes definidas pelo usuário.

Seguidametne devemos seleccionar o Copy Mode, ou seja, se pretendemos copiar o DVD completo ou apenas o filme. Devemos também seleccionar o modo de compressão que queremos, o qual pode ser variável ou constante. Neste caso deixa-lo-emos tal como estava por defeito. Os resultados podem variar um pouco em função do tipo de imagens do DVD.

Fazemos clique no botão seguinte.


Nesta janela aparecerá uma lista de títulos. Devemos observar a coluna tempo para definir qual destes títulos corresponde ao filme (normalmente o mais extenso); os restantes são extras incorporados ao DVD.


Se o título contém diferentes capítulos devemos seleccioná-los todos, para conseguir o filme completo.


Uma vez seleccionado o título, fazendo clique em “Seguinte” aparecerá a janela em que deveremos configurar o áudio ou as legendas que queremos incluir na nossa cópia de segurança.


Agora já temos todos os parâmetros necessários configurados. Basta fazer clique no botão “Começar” e aguardar que o processo termine. Este pode ter uma duração variável (entre 15 e 30 minutos), en função da extensão dos materiais extraídos e da potência do computador.


Para terminar o processo devemos gravar o conteúdo da pasta que assinalamos como destino num DVD-R em formato ISO normal. E pornto, já tens uma cópia do teu filme!

Josean Elorza (F3)